Registrato – Controle de sua vida bancária

O Banco Central lançou novo serviço para o cidadão chamado “Extrato do Registro de Informações no Banco Central (Registrato)“. O serviço permite ao cidadão acessar via internet, de forma ágil e segura, informações sobre suas operações de crédito e sobre seus relacionamentos com o sistema financeiro.

O cidadão tem uma dívida em atraso ou um problema com uma transação de crédito, mas não consegue identificar com qual instituição. O extrato fornece informações detalhadas, permitindo identificar, imediatamente e on line, qual são as operações em seu cadastro e em que situação elas se encontram.

Antes do Registrato, o cidadão tinha que ir pessoalmente à sede do BC em Brasília ou a uma das nove representações regionais para solicitar esses dados – também era possível fazer o pedido via carta com firma reconhecida. O Banco Central recebe cerca de 50 mil requerimentos de relatórios de dados pessoais por ano.

O Registrato não facilita apenas o acesso do cidadão a seus dados financeiros, ele também representa um avanço no desempenho do serviço prestado pelo Banco Central, pois racionaliza processos interno da Autarquia, que agora pode alocar os servidores, antes dedicados ao atendimento e processamento desses pedidos, para outras atividades.

Para usar o sistema, o cliente bancário que faz uso de internet banking deve acessar a página do Registrato para obter a frase de segurança. Essa frase deverá ser validada na página do banco indicado pelo cidadão. (Veja video explicativo ao final)

Não é necessário validar uma frase de segurança para cada instituição financeira em que o cliente tem conta, pois essa validação é feita apenas uma vez. Após a validação, o cliente deve acessar novamente a página do Registrato para finalizar seu cadastro. É necessário informar o CPF, o nome da instituição financeira que validou a frase de segurança e e-mail. Uma senha provisória será fornecida para que o cidadão tenha acesso aos relatórios.

Pessoas que já possuem cadastro no Banco Central podem acessar o sistema diretamente. Elas devem clicar em “Já possuo cadastro” na página inicial do Registrato. Vale lembrar que as informações disponibilizadas aos clientes possuem defasagem de 20 a 60 dias. Isso ocorre porque as instituições financeiras precisam de algumas semanas para consolidar os dados de cada cliente antes de enviá-los ao BC.

O Registrato traz informações sobre operações de crédito e de relacionamento com instituições financeiras realizados há até cinco anos. A ferramenta não cria nenhum dado novo: as informações já existem e são obtidas pelo Banco Central nos processos de supervisão bancária. Trata-se de um mecanismo para facilitar o acesso a essas informações.

Parceria com bancos
O extrato possui informações sigilosas, e portanto, o sistema se cercou de garantias para ter certeza de que a pessoa que está pedindo acesso aos dados é, de fato, o titular das informações solicitadas. Por isso, a solução foi validar o consulente no home banking de uma instituição onde ele tenha conta, e dessa forma utilizar os sistemas de verificação de segurança desenvolvidos pelas próprias instituições financeiras para seus bancos virtuais.

O Banco Central regula a questão da identificação do cliente bancário, de forma que usar a autenticação feita pelas próprias instituições financeiras aumenta o grau de confiabilidade da identificação. Se um banco confirma que é o João Silva que está pedindo acesso aos seus dados, nós acreditamos porque o processo utilizado pelo banco para identificá-lo permite ao cliente acesso a operações de movimentação financeira e outras bastante sensíveis também, ou seja, esse processo é muito confiável.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Associação Brasileira de Bancos (ABBC) intermediaram as negociações entre o Banco Central e as instituições financeiras, que duraram oito meses. E uma nova funcionalidade no sistema de mensageria com os bancos foi criada para informar sobre a validação ou não da frase de segurança.

As instituições financeiras receberam um prazo de 30 dias para se adaptar, mas a maior parte já está validando as frases de segurança do Registrato e não há ocorrência de problemas.

 

Assuntos Semelhantes

Comments are closed.